Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

riscos_e_rabiscos

.

.

Lembrei-me de Mim

                                     

 

Reparei que existia. Acordei bem disposta como sempre. Mas não sei se pelo desaparecimento da chuva ou pelo aparecimento do sol, reparei em mim. Lembrei-me que eu existia.

 

Decidi então que iria enfeitar-me. Como há muito não o fazia ou então só em ocasiões especiais.

Vesti peças de roupa que eu gosto muito, das cores que eu prefiro e que me ficam bem. Lavei o cabelo e dei-lhe um jeito diferente do liso habitual (embora de liso não passe). 

 

Coloquei os meus cremes faciais e, decidi, que se a moldura da cara estava diferente, a cara também teria de o estar. Foi nessa altura que me lembrei daquilo que me dizem: que tenho uns olhos muito bonitos. Evidenciei-os um pouco mais. Passei rímel e coloquei um belo risco azul por cima, na pálpebra junto às pestanas. Adoro este lápis!

 

Mas achei que o quadro não estava completo. Faltava-lhe uma pincelada. Colori os lábios com o meu batom favorito: um gloss em tom natural mas de reflexos dourados. Os lábios ficaram lindos.

 

Rematei com o perfume. Hoje não foi o meu cheiro diário. Resolvi que se tinha caprichado nas outras coisas, aqui também o teria de fazer. Fui buscar o do frasquinho azul. Simplesmente delicioso. Sinto vontade de me cheirar a mim própria permanentemente.

 

E assim saí de casa: luminosa e perfumada.

 

ESQUECE-O!

ESQUECE-O

 

Esquece o seu nome

Esquece a sua face

Esquece o seu beijo

O seu abraço terno.

Esquece o amor que um dia viveste,

Lembra-te que ele já tem outra,

Esquece-o quando ouvires a vossa canção

Lembra-te de quando choraste toda a noite

Esquece a vossa intimidade

Lembra-te que ele a preferiu a ela

Esquece a sua forma de andar

Esquece a sua forma de falar

Esquece o que ele costumava dizer

Lembra-te que ele se foi embora.

Esquece a sua gargalhada

E a covinha do queixo

Esquece a maneira como ele te abraçava

Lembra-te que ele está com ela esta noite

Esquece o tempo que passou tão depressa

Esquece esse amor, já é passado

Esquece que ele disse que nunca te deixaria

Lembra-te que ele se foi embora para sempre.

 

 

    

 

P.S. Este poema é dedicado a todas aqueles que sofrem por por amor.